sábado, 12 de agosto de 2017

PAI... a mente vai longe!!!!


"Pai, você foi meu heroi, meu heroi, meu bandido, hoje eé mais, muito mais que um amigo!!!
Você faz parte deste caminho.. que hoje eu sigo em paz!!!"(Fabio Jr. -cantor e compositor)


Ele se foi lá em minha adolescência...mas a vontade de balbuciar o monossílabo "PAI" ainda é imensa....
Ele tinha valores construídos...mas uma estrutura emocional abalada...e os anos a abalaram muito mais através do alcoolismo.
Mas o primeiro lugar, na lista dos heróis da minha primeira fase de vida, era ocupado por ele.
Apesar de franzino, era grande nas ideologias...
Apesar da pouca lucidez enquanto alcoolizado, era um ser sábio, porém muito pouco aproveitado...
A família, já cansada dos escândalos em virtude do alcoolismo, mantinha contato mínimo...
...só havia um irmão dele que ainda lhe dava alguns mimos....e as ofensas, ignorava...
Mas sempre me lembro dele, com um sorriso envergonhado...
A impressão que guardo é que ele não tinha controle sobre seu vício, uma fraqueza...
Mas quando conseguia vencê-la, nem que por um dia, dele emergia uma interna beleza!!!
Ahhhhhhhhh...quantas saudades.....
Quisera eu ter tido mais tempo para poder aproveitar tanto conhecimento...
Não falava idiomas, mas sabia o quanto o domínio de outra língua poderia abrir novos horizontes...
Não havia nascido em berço de ouro, mas quando lúcido, sabia como se comportar em qualquer ambiente..
Era rígido em sua postura....mas comigo, sua "nenê", mostrava total doçura....
E não economizava sinais para demonstrar que, mesmo na ausência, havia a constante lembrança...Uma bala aqui, um chocolate ali, até doce de leite embrulhado na palha....uhmm como era "dos Deuses"!!!
E se tinha uma pessoa que nesta vida me fez sentir orgulho de mim mesma, essa pessoa era meu pai: ele desfilava comigo sorrindo, nunca estava "armado", jamais enfurecido.


E nem mesmo os 50 anos que nos separavam, minimizavam tal fascínio....e foram muitas histórias....
Tudo bem que o casamento não existia em função de tantas mágoas e meus passeios ou eram com minha mãe, ou com o meu pai...quase NUNCA com o casal....
Minha mãe tinha lá o jeito dela de "general", papel que desempenhava para ser o "homem" forte da casa, na ausência do companheiro alcoólatra.. e as regras mais pesadas sempre vinham do lado dela. 
Meus pezinhos eram "chatos" como diziam na época....e eu usei botas ortopédicas. Mas aquelas botas eram horrorosas!!!! Não me deixavam aflorar um lado já feminino que permeava o meu ser ainda criança...
Me lembro que eu pedia para minha mãe liberar tal uso na escola, pois eu queria usar sapatos do tipo "boneca" e ficar muito mais feminina como minhas amiguinhas.... mas ela não deixava.
E como eu tinha por volta de sete anos, e a escola era pertinho de casa, um deles quem me levava para a aula. E sabe que um dia ele me fez uma enorme surpresa? Primeiro convenceu a minha mãe de que ele me levaria para a escola e, quando lá chegamos, no momento em que ia me despedir, ele abriu sua maleta de vendedor e "voila"....meu sapatinho "boneca" estava lá!!!! Nossa.... A EMOÇÃO FOI GRANDE DEMAIS!!!!  Eu não conseguia acreditar que entraria na escola como minhas amiguinhas, toda feminina...eheheheh
Pois esse era o meu "papinho"...como eu o chamava...
Eu nunca pedi uma estrela para el...mas tenho impressão de que, se houvesse pedido...ele teria me dado!!!
Eu pensava em um dia, ele fazia acontecer logo em seguida....era sua forma de compensar um vício que não conseguia dominar....Ele demonstrava que tudo o que eu fazia era perfeito e seu maior prazer era ver sua "nenê" tocar violão. Me deu um de presente, em meus oito anos de idade.... E logo que comecei a tocar, sua musica preferida era "Folia de Reis", Baianos e Os Novos Caetanos.
Eu me lembro que os olhinhos dele marejavam, na dupla emoção: escutar a musica que tanto gostava e tocada e cantada pela sua "nenê".
Ahhhhhh...se chegasse em casa eu eu estivesse tocando violão, nem fome sentia...por ali mesmo sentava e bem baixinho, cantava....de tão tímido que era...
E sempre que me via triste, quando lúcido, queria saber o motivo...para mudar aquela minha carinha...
Um dia, me lembro ter dito que estava triste porque ele havia feito um escândalo na noite anterior, quando chegara em casa, embriagado.... e acabei por chorar, porque não gostava de ver meus pais discutindo e brigando o tempo todo. Então, naquele mesmo momento.... ele pegou em minha mão, subimos a escada, pois morávamos em um sobrado, entrou no quarto dele, pois dormia sozinho e, atrás da porta, me mostrou um calendário. Pegou uma caneta, mostrou o dia em que estávamos e lá fez uma marquinha. Olhou bem dentro dos meus olhos e disse: a partir de hoje seu "papinho" não bebe NUNCA mais!!!!! Acredito que aquele dia foi um dos dias mais especiais da minha vida. Tudo o que eu mais queria era que meu pai deixasse de beber, deixasse de chegar em casa, embriagado. Mas, infelizmente, nem tudo o que nós seres humanos nos propomos a fazer, conseguimos colocar em prática....
E infelizmente, aquela mão que era a mais forte que havia segurado a minha, até então, fez aquele caminho tantas vezes, repetiu aquela promessa, tantas outras, mesmo sabendo que mais ele precisava escutar tal promessa do que eu poderia acreditar que aquilo realmente aconteceria de verdade...E claro, alcoólatra desde seus 17 anos e fumando uma média de 3 maços de cigarros por dia, o coração não suportou, o quadro clínico complicou e a morte, o meu pai levou ....E eu só tinha 14 anos.....
E para fechar com chaves de ouro esta história, pedacinho precioso da minha vida, foi exatamente com o terno que que ele havia mandado confeccionar para a minha formatura de violão, que seria no mês seguinte, que ele fora sepultado....

..... Décadas já passaram.... 
...me tornei mulher, esposa, me formei, fui mãe... 
...não necessariamente nesta ordem....  
Lágrimas de alegria, de tristeza... ganhos, perdas.... promoções... decepções....  
Nossa..... quantas emoções neste meu caminhar...                       Mas se tem uma emoção que jamais deixei de sentir é a saudade em pronunciar a palavra    I ....                         ...em minha concepção....   
Presença de 
Amor... 
Imenso....

Para um SUPER PAI...
FELIZ DIA DOS PAIS!!!


Nenhum comentário:

Postar um comentário